Exposição de Pintura de Martinho Dias – PENAS

No CCC, Exposição de Pintura de Martinho Dias – PENAS

Em Caldas da Rainha

Esta, é uma exposição sem penas. Não há uma única pena! Apenas pratos, melancias, lagostas e repolhos, sugeridos por Bordalo Pinheiro.

Martinho Dias, apresenta no CCC de Caldas da Rainha um conjunto de obras inéditas focadas na fragilidade e precaridade das coisas e em nós, enquanto pilares de imponentes fachadas. Frágeis e precários, empurrados para a condição de atlantes num mundo de plumas, estaremos a confundir cada vez mais o peso e a leveza das penas.

Em “PENAS”, Martinho Dias apresenta-nos com ironia, e sem risco de pena, tanto a possibilidade de silenciar ordens superiores com um repolho, como um concerto para piano e louça suja, entre catos e abraços.

Biografia

Ao longo de quinze anos de carreira, dez dedicados inteiramente à pintura, Martinho Dias, tem vindo a ser um intransigente pesquisador de verdades e algumas mentiras assim como de liberdades interiores, não cessando de se transformar – mantendo-se, no essencial, fiel a si mesmo.

A obra de MartinhoDias move-se, sobretudo, numa crítica social e política dentro de uma realidade contemporânea. Frequentemente, ele desdobra esta realidade, reconfigurando-a no plano da tela. Martinho é um manipulador de imagens e de contextos (sobretudo da imprensa, da história da arte, das revistas e da internet), oferecendo depois uma nova realidade e narrativa aberta ao espectador, enfatizada pela cor, pela expressão e realismo das figuras.

Cada obra é realizada com material pré-existente com base numa massa caótica de imagens, nomes e referências a fervilhar no caldeirão cultural da globalização – no seguimento do que o curador e crítico de arte, Nicolas Bourriaud, considera ser uma cultura de uso. As imagens fotográficas funcionam como “modelos” para a realização de composições pictóricas que são o substrato das representações de figuras e corpos da sua pintura. Martinho Dias faz equivaler a desconstrução e descontextualização das várias franjas da realidade como nós a percebemos, no que Guy Debord chama de “o espetacular integrado”.

Martinho Dias, nasceu em 1968, em Sto. Tirso. Reside atualmente na Trofa, onde tem atelier.

É mestre em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes do Porto.

Horário

Para mais informações sobre o horário em que podes visitar a exposição deverás entrar em contacto com o Centro Cultural e Congressos.

Preços

A entrada para a Exposição de Pintura de Martinho Dias - PENAS no Centro Cultural e Congressos de Caldas da Rainha é gratuita.

Morada

Segue as indicações do Google Maps para saber onde fica o Centro Cultural e Congressos de Caldas da Rainha.

Em destaque no nosso Blog

Encontra Aqui

Visitar Caldas da Rainha
Visitar Caldas da Rainha
Lifestyle Artigos do mundo
Lifestyle Artigos do mundo

Segue-nos